Clicky

Ressurreição de Jesus Cristo

Ressurreição de Jesus Cristo

 
Você está aqui: Jesus Cristo >> Ressurreição de Jesus Cristo

Ressurreição de Jesus Cristo - Introdução
O que você acha que foi o evento mais significativo na história da humanidade? Sem dúvida, o maior evento foi o fraco som de um batimento cardíaco em um corpo frio e sem vida em uma tumba há dois mil anos. O som do sangue fluindo através do coração de um profeta da Galileia é um som que, sem dúvida, ressoará como um trovão por toda a eternidade devido às suas implicações profundas. A sua importância reside no fato de que se tratava de Deus aceitando o pagamento pelo pecado do homem.

O resultado é estupendo. Se Jesus agora não for mais do que um punhado de pó e ossos se desintegrando lentamente em algum lugar nos arredores de Jerusalém, toda a fé cristã encontra-se sepultada com Ele; todos os mártires estavam errados; todos os seus reformadores iludidos; todos os edifícios de sua igreja são monumentos a um mito; todos os seus cultos são sem sentido e o Dia de Páscoa é uma ilusão.

Portanto, a credibilidade do Cristianismo reside sobre essa simples questão: Será que Jesus Cristo voltou à vida alguns dias depois de morrer e ser enterrado? O Seu caráter, Suas reivindicações e Sua relevância para hoje dependem desta questão crucial.

Ressurreição de Jesus Cristo - O túmulo estava realmente vazio?
O Fator de Jerusalém

  • Jesus foi publicamente executado e enterrado em Jerusalém e a Sua ressurreição foi então proclamada nessa mesma cidade.
  • Na verdade, várias semanas após a crucificação, Pedro declara a uma multidão lá em Jerusalém: "Ora, a este Jesus, Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas" (Atos 2:32).
  • Será que realmente estaríamos falando sobre o significado deste evento hoje se o corpo de Jesus ainda estivesse no túmulo depois dessa primeira manhã de Páscoa? Além disso, será que o progresso e avanço do Cristianismo teriam sido possíveis? As autoridades romanas e judaicas simplesmente teriam ido ao túmulo, visto o Seu corpo e o mal-entendido teria acabado. No entanto, não há indicação de que isso ocorreu.
O Testemunho do Inimigo
  • A primeira alegação judaica foi de que os discípulos de Jesus tinham visitado o túmulo durante a noite e roubado o corpo.
  • Isso é independentemente testemunhado no relato de Mateus, além de no Yeshu Toledoth (uma compilação dos primeiros escritos judaicos) e no Diálogo de Justino Mártir com o judeu Trifon:
      "...vós enviastes homens escolhidos e ordenados por todo o mundo para proclamar que uma heresia ímpia e sem lei surgiu deste Jesus, um enganador galileu, a quem crucificamos, mas os Seus discípulos roubaram o túmulo durante a noite, onde Ele havia sido colocado quando retirado da cruz, e agora enganam os homens, afirmando que Ele ressuscitou dentre os mortos e ascendeu ao céu."
  • A alegação de que alguém tinha roubado o corpo é uma admissão implícita de que o túmulo estava vazio.
  • O fato de que os adversários de Jesus admitiram que o Seu túmulo estava vazio é uma forte evidência aos olhos dos historiadores.
O Testemunho de Mulheres
  • As mulheres não só foram as primeiras a descobrir o túmulo vazio, mas são mencionadas nos quatro Evangelhos, enquanto testemunhas do sexo masculino só aparecem mais tarde e em dois deles.
  • Isto é importante porque na cultura tanto judaica quanto romana do primeiro século, as mulheres eram desprezadas e o seu testemunho era considerado questionável.
  • Além disso, de acordo com o Talmude judeu e os escritos de Flávio Josefo, as mulheres eram proibidas de aparecer como testemunhas em um tribunal.
  • Se os primeiros discípulos tivessem sentido a liberdade de alterar os fatos, eles com certeza teriam incluído testemunhas do sexo masculino como as primeiras a descobrir o túmulo vazio.
  • A melhor explicação quanto a por que os escritores do Evangelho incluíram um detalhe embaraçoso é que realmente foi o que aconteceu e eles tinham o compromisso de registrar tudo honestamente e com integridade, independentemente do golpe à sua percebida credibilidade.

Ressurreição de Jesus Cristo - Jesus foi visto vivo depois de Sua morte?
A lista de testemunhas oculares das aparições pós-ressurreição

  • A lista de testemunhas oculares das aparições pós-ressurreição citadas por Paulo em 1 Coríntios 15:5-7 garante que tais aparições, de fato, ocorreram.
      "...que apareceu a Cefas, e depois aos doze; depois apareceu a mais de quinhentos irmãos duma vez, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormiram; depois apareceu a Tiago, então a todos os apóstolos; e por derradeiro de todos apareceu também a mim... "
  • Paulo estava efetivamente oferecendo um convite. No momento de escrever isso, literalmente centenas de testemunhas oculares destas ocorrências pós-ressurreição ainda estavam vivas, as quais poderiam facilmente corroborar ou questionar a afirmação de Paulo se alguém tivesse o desejo de investigar.
O Testemunho dos Mártires
  • A perseguição e o martírio sofridos pelos primeiros discípulos serviram para confirmar a sinceridade da crença de que tinham realmente encontrado e interagido com o Cristo ressurreto.
  • De particular importância é o martírio do Apóstolo Pedro. Com os escritos de Tertuliano, Jerônimo e Orígenes, os estudiosos podem determinar que Pedro foi crucificado de cabeça para baixo a seu próprio pedido porque se considerava indigno de ser crucificado da mesma maneira como o seu Senhor.
  • Como explicar essa grande transformação do homem que - em nome da auto-preservação – negou o seu Senhor três vezes, mas depois se tornou o apóstolo destemido que se manteve firme ao seu compromisso com o seu Senhor e Salvador em face da morte?
Testemunho Independente
  • O surgimento de tradições nos Evangelhos fornece múltiplos testemunhos independentes da historicidade das aparições pós-ressurreição.
  • Por exemplo, o aparecimento de Pedro é independentemente confirmado no relato de Lucas, e o aparecimento aos Doze é independentemente afirmado por ambos Lucas e João.
  • Além disso, temos testemunhas independentes das aparências galileias em Mateus, Marcos e João, bem como às mulheres em Mateus e João.

Ressurreição de Jesus Cristo - Conclusão
Para concluir, duas linhas fundamentais de evidências foram oferecidas em apoio da ressurreição: (1) o túmulo vazio, e (2) as aparições pós-ressurreição. Qualquer hipótese alternativa deve, portanto, lidar com esses dois fatos fundamentais. Qual é a melhor explicação para estes fatos? Considere as evidências e decida por si mesmo!

Saiba mais!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Jesus é Deus?

Ressurreição de Jesus Cristo
Quem é Jesus Cristo?
O Evangelho de Lucas
Jesus Histórico
Evidência de Jesus
Jesus é Deus
A Ressurreição de Jesus
É Jesus Deus
Conteúdo adicional ...

Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Por que a fé cristã?
Como posso crescer com Deus?
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Ressurreição de Jesus Cristo to My Google!
Add Ressurreição de Jesus Cristo to My Yahoo!
XML Feed: Ressurreição de Jesus Cristo
Jesus Cristo Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2016 AllAboutJesusChrist.org, Todos os direitos reservados.